Entrevista com a Cabeleireira Mahara Alberttoni especialista em penteados vintage, retrô e noivas

10:41:00

Gente, esse pessoal do sul é muito lindo. Entre as entrevistadas do blog, praticamente 40% são de lá e as demais são de São Paulo. Entre elas já tivemos a Annie Lee de Curitiba, a Juliana Robin que atualmente está em Lisboa mas é de Porto Alegre e  a Mary Lee e a Juliana Lourenço, ambas de Londrina.

Falo isso, porque a mais nova entrevistada também é de lá, é a cabeleireira Mahara Alberttoni, eu já mencionei ela nesse post, sobre casamentos alternativos, pois a Mahara casou-se recentemente e fez uma festa com o estilo rockabilly. Além de ter um Estúdio de Beleza e Estética com decoração completamente retrô, a Mahara é especialista em penteados vintage e principalmente noivas.


A Mahara era designer, mas estava infeliz com a profissão e largou tudo para abrir o seu salão, ou melhor, o estúdio, que leva o seu nome.

Quer saber mais sobre a Mahara, então, acompanhe a entrevista:


Quando iniciou seu gosto pelo vintage e retrô? Com qual desses dois estilos você mais se identifica?
Mahara: Não sei te dizer exatamente quando comecei a gostar dos anos 40 e 50, mas desde criança era apaixonada pela Marilyn Monroe e pela Grace Kelly. Fiz teatro durante anos e amava ver filmes antigos, naturalmente comecei a me interessar pela trilha sonora dos mesmos. Quando comecei a sair à noite tinha uma amiga que gostava muito de músicas dos anos 60, ela tinha um estilo único e era mais velha que eu. Comecei a sair com ela e com o pessoal que curtia o estilo Mod, mas já nesta época adotava o meu próprio estilo, inspirada nos filmes e músicas que eu tanto gostava e assistia em minha casa. Um dia um garoto da turma dela me olhou e disse: “Menina, o som que você curte e o seu estilo é rockabilly”. Fui pesquisar, comecei a mergulhar cada vez mais nesta cultura e me apaixonei, era realmente o que eu curtia. Mais tarde conheci uma turma que também curtia Rockabilly e as coisas foram naturais. Tenho muitos outros amigos que curtem vários outros estilos musicais . O bacana é a troca!

Quanto ao vintage e o retrô, gosto dos dois da mesma forma. Adoro peças originais , pois carregam consigo uma história, porém às vezes é difícil de encontrar ou até mesmo de pagar, hehehe. O retrô também me encanta, pois da mesma forma que possui uma estética do passado, traz consigo a modernidade e a tecnologia do nosso tempo.


O que mais te atraí nesse estilo?
Mahara: Em primeiro lugar a música. Mas adoro a elegância e a feminilidade das mulheres, o cavalheirismo dos homens e a imponência dos carros. 

Você largou tudo para abrir um salão de cabeleireiro. Por que essa paixão pela beleza?
Mahara: Minha avó era cabeleireira e sempre a achei uma inspiração. Uma mulher guerreira e à frente do seu tempo. A paixão foi vindo naturalmente, viajava com uma companhia de teatro e sempre acabava maquiando e penteando as outras atrizes e atores, amava aquilo! Estava infeliz com a profissão de designer, um dia tive um “clic” e pensei vou trabalhar com cabelo e make. O apoio das minhas amigas e da minha família foi essencial nesta fase.


Quais são suas referências e inspirações para compor seu visual ou até para decorar o seu salão?
Mahara: Acho que o estilo já está intrínseco em minha personalidade. Naturalmente acabo optando por roupas ou até elementos de decoração que sejam inspirados ou da época. Gosto muito da estética dos anos 40 e 50. Porém adoro elementos de decoração e peças de antiguidades de várias outras décadas. 

Você acha que ter um gosto pelo vintage e pelo retrô fez com que você pudesse criar um salão com uma característica mais própria?
Mahara: Acho que sim, pois é natural da minha personalidade, então o meu estúdio tem o que eu acho bonito, não é um espaço temático e sim um espaço que possui o meu estilo.


As clientes que vão ao seu salão também buscam pela estética retrô ou também têm clientes tradicionais?
Mahara: Algumas clientes buscam a estética retrô sim, sou especialista em penteados de época, permeio pelas décadas de 20 a 70, mas também com penteados e makes do século XVIII e  XIX.

Estou sempre atualizada com a moda e a tecnologia atual, tenho muitas clientes tradicionais, trabalho com análise de visagismo para cada cliente que atendo. Meu atendimento é personalizado e particular. Já tive um salão de beleza tradicional, porém hoje optei pelo formato de estúdio, só atendo feminino e com hora marcada. 

Também trabalho muito com noivas de todos os etilos imagináveis. O importante para mim não é impor o meu estilo e sim aflorar o estilo que existe dentro de cada mulher.


Em quem você se inspira para fazer os penteados das suas clientes no estilo vintage ou retrô?
Mahara: Depende do estilo que ela quer, as referências estão nos filmes e revistas da época determinada pela cliente. Este tipo de trabalho exige pesquisa. Hoje em dia a internet é de grande ajuda.

O que as clientes mais procuram no seu salão e o que você mais oferece?
Mahara: Trabalho com tudo, desde corte, penteado, coloração e make, até noivas que é uma das minhas especialidades. No estúdio trabalho sozinha, não possuo manicure nem outros cabeleireiros, apenas auxiliares, portanto a cliente que vem até mim procura o meu trabalho.


Você se casou recentemente e tudo foi composto por um cenário rockabilly. Quais foram suas referências para ter um casamento assim, fora dos padrões? E como foi a recepção dos convidados? Tiveram pessoas que não estavam acostumadas com seu estilo e que acharam estranho?
Mahara: Nosso casamento tinha a nossa cara, tocou as músicas que agente gostava, a decoração foi idealizada um ano antes por nós dois, o Vini pintou 250 vinis para os suplas das mesas e fizemos inúmeros porta-guardanapos e lembrancinhas. Os meninos da Livin Up que fizeram a decoração captaram exatamente o que estava dentro da nossa cabeça não era algo temático e sim o nosso estilo de vida. Nós tínhamos 200 convidados, destes mais ou menos 50 eram da galera do rock, o restante eram família e amigos que conhecemos e convivemos diariamente. Todos que estavam lá conheciam eu e o Vinicius e freqüentam nossa casa, ninguém ficou chocado porque estavam esperando que fosse daquele jeitinho mesmo. 


Para finalizar, qual o diferencial do seu salão e o que você gostaria de dizer para as suas clientes e leitoras do blog?
Mahara: O diferencial do meu salão é que ele não é um salão de beleza e sim um estúdio. Inspirei-me em alguns cabeleireiros europeus que atendem particularmente cada um dos seus cientes. Hoje atendo minhas clientes com foco no que ela deseja, combinando o gosto pessoal com visagismo. O que eu gostaria de dizer para todas as mulheres é que todas são especiais e merecem sentirem-se lindas e amadas todos os dias, independente de estilo ou idade.

“Todo mundo é uma estrela e merece o direito ao brilho”. Marilyn Monroe 

Bem meninas, se vocês são de Curitiba, fica a dica caso estejam procurando uma profissional que seja especializada em penteados vintage e retrô.

O Estúdio da Mahara fica na Rua Tapajós, 90 em Curitiba. Mais informações sobre o local, clique aqui.

Você também vai curtir

2 comentários

  1. Fiquei com vontade de ir ao Brasil só para visitar esse salão, parece brutal. E que casamento lindo :) Gostei*

    ***

    The Marvelous World of Narcissa

    ResponderExcluir

Leituras de uma Mente Flutuante

Na Tela de uma Mente Flutuante

Delírios de uma Mente Flutuante

Subscribe