Anos 30 - Marcado pela Grande Depressão

15:39:00

Já falamos aqui no blog sobre a La Belle Epoque, época em que em a moda era mais elitizada, e sobre os anos 20, momento em que a moda passou a se tornar algo mais simples. Agora daremos uma breve pincelada nos anos 30.


HISTÓRIA
Os anos 30 começam após a grande recessão com a queda da bolsa de Nova York em 1929. A consequência disso fez com que muitas pessoas ficassem desempregada e a moda foi obrigada abaixar seus preços e utilizar matérias-primas mais baratas, inclusive grandes marcas como a Channel. Mesmo assim, os EUA começou a criar produção em massa com tamanhos padronizados e crescia assim o comércio por atacado.


A MULHER DOS ANOS 30
A mulher dos anos 30 continua em busca da sua independência e em questões estéticas começa a surgir a preocupação com a saúde e aumenta a prática de esportes. Além do padrão de beleza exigir que as mulheres deveriam ser magras e ter pele bronzeada.



MODA E PADRÃO DE BELEZA
O visual moleque dos anos 20 começou a ficar de lado e os estilistas começaram a implantar roupas mais suaves que acentuasse as formas femininas, dando um ar de elegância refinada, sem muita ousadia. A sensualidade estava nos quadris e seios fartos, não mais achatados como na década anterior, mas sempre valorizando a naturalidade.

Surgiram também cintos que ficavam em torno da cintura e as saias ficaram levemente rodadas.

Os vestidos também  ficaram um pouco mais longos e retos e geralmente recebiam uma pequena capa ou bolero por cima. Já os vestidos da noite receberam cortes mais enviesados.

No final dos anos 30, já com o início da segundo guerra mundial, começaram a surgir também, roupas com linha mais militar, como as saias que tinham uma abertura lateral para poder andar de bicicleta. Conjuntos com o mesmo tecido e cores começaram a surgir, geralmente com tons mais mortos como vede musco, amarelo e bege. Luvas e chapéus também viraram tendências.






MULHERES DE DESTAQUE
Greta Garbo que iniciou sua carreira nos anos 20, ganha ainda mais destaque nos anos 30. Mulheres como a cantora e dançarina Josephine Baker, conhecida também como Pérola Negra, e a atriz mexicana Dolores Del Rio, também ganham destaque nessa época, além da Katherine Hepburn, Marlene Dietrich e Jean Harlow.




CABELO E MAQUIAGEM
Nos anos 30 o cabelo começa a crescer, mas ainda continua um pouco curto, divididos de lado ou no meio, porém, mais ondulados.

A maquiagem começou a ser menos pesada e a principal característica eram as sobrancelhas arqueadas e finas e uma sombra mais clara no côncavo para deixar o olhar mais sedutor. O blush começou a ser mais utilizado para dar um ar de saúde para as bochechas.



LINGERIE
Os seios já não eram mais achatados como nos anos 20 os sutiãs começaram a ser mais moldados. As cintas em tom pastel em seda ou rayon se tornaram populares.



ANOS 30 E SAÚDE
Foi nos anos 30 que a beleza começou a ser ligada com a saúde. Clubes começaram a surgir promovendo atividades físicas. Os shorts começaram a ser aceitos pelo público feminino, trajes de banho começaram a ficar menores. Os banhos de sol estavam ficando cada vez mais fortes e os óculos de sol com formato tartaruga era um acessório desejado.


NOMES DA MODA
Estilistas como Edith Head que ganhou muitos prêmios como figurinista de cinema nas décadas seguintes, e Gilbert Adrian, também figurinista, um dos responsáveis por fazer modelos com ombros acentuados, principalmente os modelos usados pela atriz Joan Crawford. O vestido usado pela atriz no filme Letty Lynton foi um dos modelos mais copiados na década. Esses nomes ganharam destaque e influenciaram milhares de pessoas.


MÚSICA E DANÇA
Os anos 20 foi a era das jazz-bands, nos anos 30 o jazz ainda ganhava seu auge, dominando com o jazz-swing, a música era praticamente exclusiva para a dança. Como falei no ínício, os anos 30 é marcado pela grande depressão em que muitas pessoas ficaram desempregas. Como forma de conseguir algum dinheiro, começaram a surgir as maratonas de danças, chamadas de Walkathons, competições de resitência em que casais dançavam praticamente sem parar, competindo pelo prêmio, que era em dinheiro. A dança que surgiu nos anos 20 como algo voltado para diversão, agora tinha se tornado uma busca rentável. Dizem até que algumas pessoas já morreram nessas maratonas, por não aguentarem.





CINEMA
Apesar da grande depressão dos EUA, foi na década de 30 que o glamour de Hollywood e o cinema falado começa a ganhar destaque com os grande estúdios. Alguns dos filmes que marcam a década são: O Mágico de Oz (Victor Fleming, 1939), Tempos Modernos (Charles Chaplin, 1936), E o Vento Levou (Victor Flemin, 1939)  e os desenhos Walt Disney começam a se propagar. Filmes de gângters também ganharam destaque nessa época. O cinema hollywoodiano também foi o grande influenciador da moda e padrões de beleza naquela época.




ARTE
O surrealismo ainda predomina nos anos 30 com destaque também para o cubismo.


NO BRASIL
No Brasil a década de 30 é marcada pela Revolução de 30 encabeçada por Getúlio Vargas e pela Revolução Constitucionalista em São Paulo de 9 de julho. A cantora Carmen Miranda, também dá início a sua carreira nessa época, gravando Eu fiz tudo para você gostar de mim (Taí) de Joubert de Carvalho, sendo um dos maiores nomes e referências para nós dessa década no Brasil.



ANOS 30 HOJE
Agora veremos algumas imagens de como os anos 30 influenciam nos dias de hoje.




Confesso que foi difícil achar informações sobre os anos 30. Os anos 20 é muito inspirador e a internet é repleta de informações sobre essa década, ao contrário dos anos 30 que tive dificuldades de encontrar e as pessoas confundem a década com os anos 40, mas espero que eu tenha passado informações relevantes para vocês. 

Você também vai curtir

15 comentários

  1. Ótimo post, adorei, seu blog é muito bom. Sou homem, mas sou apaixonado pelas décadas passadas, e tudo começou por causa do blues, minha paixão veio de lá... rs abraços ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que legal! Tenho poucos comentários masculinos aqui no blog, fiquei feliz =).

      Que bom que gostou, o blues também tem sido uma boa descoberta para mim, além do jazz. Mas, a essência rock nunca abandono, rs.

      Beijos e obrigada por comentar!

      Excluir
  2. Adorei Daise. Tenho um fascínio pelas roupas do anos 30, mas com um toque de releitura :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que legal Samy! Acho super difícil achar coisas com releitura dos anos 30, espero poder encontrar mais também.

      Excluir
  3. Adorei o post,parabéns!
    É bem raro ver coisas sobre os anos 30,foi muito legal!

    ResponderExcluir
  4. Daise querida...


    Acabo de lançar a minha loja virtual, com peças incríveis e que com certeza você vai adorar conhecer!
    E para começar com pé direito gostaria de presentear as leitoras com uma blusa linda da coleção através de um super SORTEIO que rola essa semana...

    Clique aqui para conferir a promoção e não deixe de concorrer: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=667107036636787&set=pb.251585351522293.-2207520000.1373561257.&type=3&theater

    Obrigada pelo carinho e boa sorte!!!

    Beijos
    Cléo de Lucca
    minhaamigamedisse.com.br

    ResponderExcluir
  5. AMEI o post apesar de extenso *-*
    muit legal seu blog flor..

    beijos

    www.doce-vestido.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada =).

      Ficou extenso mesmo, você não tem ideia de como me deu trabalho fazer, por isso, resolvi fazer em pequenos blocos e com mais imagens. Mas espero que tenha gostado. Beijinho

      Excluir
  6. Não é minha década preferida mas tem muita coisa boa daquela época. Já viu os filmes da Bette Davis do final de 30? Jezebel é um dos melhores, e tem um figurino sensacional ;) No Filme, a personagem de Bette é vista como uma mulher ousada a ir numa festa com o vestido vermelho (pena que o filme é preto e branco então a gente fica imaginando que tom de vermelho ela deve ter usado hahahaha).

    Também me interesso pelo Charleston, o estilo de sapateado que surgiu meio que junto do cinema mudo da época =)

    Grd Bjo! =*

    ResponderExcluir
  7. Ah! Esqueci só de um detalhe. O filme da Bette Davis é de 38 mas a história se passa no séc XIX hahahaha =P Mas tá valendo...

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de perguntar se vc conhece Deisy algum baile que celebra os anos 30, exatamente como eram, sou um homem e adoraria conhecer um baile dessa década, dançar com uma dama, quem sabe rs... sinto um sentimento muito forte pelos anos 30, uma saudade que não sei explicar já que tenho 25 anos rs e NUNCA achei nenhum lugar físico que pudesse me sentir nos anos 30, apenas imaginário.. então gostaria muito de saber se vc conhece algum baile anos 30 em funcionamento e ou algum lugar que nos remeta à essa década que me fascina. Obrigado pelo post! Alisson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alisson, os anos 30 é realmente algo muito específico. Infelizmente não conheço nada voltado para essa década :/

      Excluir

Leituras de uma Mente Flutuante

Na Tela de uma Mente Flutuante

Delírios de uma Mente Flutuante

Subscribe