Os loucos anos 20

19:00:00

Como prometido começaria o estudo das décadas e agora vamos forcar nos loucos anos 20. Vimos nesse post a fase antique em que a moda era algo muito luxuoso, feita exclusivamente para a sociedade burguesa com roupas extremamente elegantes. 



HISTÓRIA
Mas a partir de 1914 a 1929 a moda começou a se transformar em algo mais simples. Parte dessa mudança é o reflexo da Primeira Guerra Mundial, no qual cada vez mais homens precisavam ir para a guerra. Logo, as mulheres foram encorajadas a irem para força de trabalho, trabalhando em indústrias bélicas, hospitais, transportes e até nos campos de guerra.

Isso acarretou em vestuários menos complexos e elaborados. A nova rotina diária exigiu roupas mais modestas, práticas e que fossem mais fáceis de usar.


A MULHER DOS ANOS 20
As mulheres dos anos 20 passaram a ter atitudes mais modernas. Começaram a sair sozinhas nas ruas e a ocuparem cargos masculinos na sociedade.



MODA E PADRÃO DE BELEZA
Isso fez com que elas que sempre viviam com roupas coladas e espartilhos apertados, começassem a procurar outros tipos de vestimentas. Surgiram então calças, macacões, jardineiras. O espartilho passou a ser menos usado e surgiram os primeiros modelos de sutiã.

As mulheres que tinham grandes curvas, aderiram um visual andrógeno, no qual o ideal de beleza feminino era ser uma mulher magra, pernas longas e finas e seios e quadris pequenos, era a busca por um corpo infantil, quase minimalista.

Os sapatos geralmente tinham fivelas e o salto não era muito alto. Os chapéus também era muito usados e os modelos adaptavam-se aos cortes de cabelo.

Foi nesse período que houve uma transição entre o estilo pós-guerra e o visual a la garçonne, termo originado do livro polêmico de Victor Margueritte em que a personagem busca sua independência financeira e liberdade sexual. A garçonne foi um impacto não só nas roupas, mas na personalidade da nova mulher liberal e interessada em assuntos políticos, sociais e econômicos.



MULHERES DE DESTAQUE
Entre as famosas que são referências daquela época, podemos destacar a sueca Greta Garbo, umas das maiores lendas do cinema; Louise Brooks, praticamente a atriz de hollywood que personifica os anos 20; Clara Bow e ainda Bebe Daniels, Joan Crowford e Mae Murray.



CABELO E MAQUIAGEM
O cabelo também seguia a androgenia. Os cortes curtos eram acompanhados de brilhantina para deixar os cabelos mais brilhosos. Mesmo sendo curtos, as ondas eram muito valorizadas. Também havia o uso de franjas e o cabelo geralmente era preto ou platinado.

As sobrancelhas seguiam um arco fino, muitas vezes destacados com lápis fortes. A indústria dos cosméticos ainda não era tão forte e o batom vermelho predominada. Os lábios eram sempre bem marcados e a boca pintada em formado de coração. A maquiagem era bem carregada. Tanto a boca quanto os olhos deveriam ser destacados.


LINGERIE
Os espartilhos não foram abandonados totalmente, alguns foram substituídos por roll-ons e step-ins com fechos de zíper lateral. Mas os sutiãs também passaram a ser adotados, porém, não nos modelos que conhecemos hoje, para levantar os seios e deixá-los mais avantajados, mas para deixá-los menores e achatados.



NOMES DA MODA
Coco Chanel e Jean Patou são os nomes de destaque na moda dos anos 20. Coco implantou os cortes retos, capas, blazers e colares compridos. Já o estilista Jean ganhou destaque por criar linha de sportswear e moda praia.



MÚSICA E DANÇA
Os anos 20 é conhecido pela popularização do rádio e pela era das jazz-bands tocando em clubes e salões, criando também novos estilos para a dança como o charleston, caracterizada por movimentos rápidos nos pés.


CINEMA
Apesar de ainda predominar o cinema mudo, a década de 20 marca também o início do cinema falado, criando a "American Way Of Life". Artistas como Clara Bow e Charles Chaplin se consagraram nessa década e filmes como O Encouraçado Potemkin (1925) e  O Gabinete do dr. Caligari (1920) são grandes marcos da época. Na Espanha, o destaque vai para os filmes surrealistas de Luís Buñuel.


ARTE
A Art Decó foi presente nessa década como uma arte construtiva. Mas também ganham destaque o Dadaísmo de Marcel Duchamp e Surrealismo de Salvador Dali.


NO  BRASIL
No Brasil os anos 20 é marcado pela Semana da Arte Moderna que aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo e reuniu grandes nomes brasileiros como Tarsila do Amaral e Mário de Andrade, entre outros nomes da arquitetura, pintura, intérpretes e compositores.



ANOS 20 HOJE
Para provar que uma época sempre inspira outra. Vejam alguns visuais atuais inspirados nos anos 20, principalmente na maquiagem e cabelo:



http://macmaniaca.blogspot.com.br/2012/02/maquiagem-anos-20.html





O fim dos incríveis anos 20 foi marcado em 1929 com a queda da Bolsa de Valores em Nova York. Os próximos anos marcados por falência e desempregos é chamado de A Grande Depressão.

Aqui vimos um pouco de tudo bem por cima, mas já conseguimos ter uma pequena visão do que foram os anos 20. E você, o que acha dessa década?

Você também vai curtir

6 comentários

  1. I love the flapper look so much, I used to be really obsessed with the 20s a few years ago! Lovely photos!

    ResponderExcluir
  2. "Coco Channel e Jean Patou" - é Chanel, só com um "n" :P

    Os anos 20 foram mágicos!

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito desta época. Tanta história, tanto valor. A maquilhagem é linda, os vestidos carismáticos. Foram tempos de mudança. Gostava de poder espreitar um bocadinho desse tempo só pelos génios Marcel Duchamp e Salvador Dali :)

    ***

    The Marvelous World of Narcissa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Narcissa, acho que o início do século XX trouxe uma grande mudança social e as primeiras décadas foram muito impactantes.

      Excluir

Leituras de uma Mente Flutuante

Na Tela de uma Mente Flutuante

Delírios de uma Mente Flutuante

Subscribe